Tag Archives: amazon florest

Antes de se aventurar pelas bandas da Amazônia, é preciso se planejar bastante.

Liany e Wagner, do blog Mochilão a Dois, fizeram exatamente isso e escolheram o nosso lodge para conhecer de perto a nossa cultura e belezas naturais.

Então, se você está aí quebrando a cabeça e procurando informações sobre uma viagem para este nosso paraíso, dá uma olhada no texto deles. Temos certeza que você irá se identificar.

Mas ó, não esquece de fazer a reserva e garantir a sua cabana aqui em nosso lodge. A gente garante que será a parte mais legal da viagem inteira.

Confira o texto completo do Mochilão a Dois:

Planejando uma viagem à Amazônia

 

 

 


Em outras épocas, os nossos primeiros hóspedes sentiam falta de uma água quentinha para tomar banho, de carregar a bateria de alguns equipamentos, etc.

Hoje já temos eletricidade e o banho quente é algo garantido. Carregar os equipamentos, também. Mas internet, não temos, nem colocaremos. Quer uma verdadeira experiência na selva amazônica? Tem que vir preparada(o) para se jogar de corpo e alma nessa real aventura.

Esta família viveu nossa época sem eletricidade e não se arrependeu em nenhum momento:

“Escolhemos o Tariri pelos comentários no tripadvisor, uma vez que se trata de um hotel pequeno (10 cabanas), sem esquema de marketing. Viajei com a familia (marido e dois filhos, 11 e 12 anos). As crianças adoraram, principalmente os banhos de rio na volta de cada passeio. A água dos rios naquela região são mornas e sem mosquito. As piranhas não atrapalham o banho de rio. Os quartos são rústicos, de madeira, mas muito bem projetados. As cabanas guardam um espaço entre si, o que garante uma privacidade. Não têm ar condicionado, somente um ventilador, mas nesta época (fevereiro) não sentimos calor de noite (dormimos de janela aberta, pois tem mosquiteiro, que serve mais para algum inseto intruso – de qq maneira, não tem mosquito nessa região). Estava com medo da chuva, mas elas foram passageiras e não atrapalharam. O banho é frio, mas suportável. Meus filhos nem reclamaram. A comida é caseira: no almoço tem sempre peixe e no jantar carne. Um feijãozinho seria bem vindo para as crianças. Fabricia, dona do lodge, cuida da cozinha e é muito atenciosa. Os passeios são interessantes, seguem um padrão da região. São guiados pelo dono do hotel, Germano, que conhece muito bem a selva. Bichos, somente preguiças e alguns macacos foram vistos nas árvores durante os passeios. A região encontra-se relativamente próxima de Manaus e tem uma paisagem muito bonita. Por isso, trata-se de uma região turística, e o turismo tende a crescer (tanto hoteis, pousadas como casas de veraneio). Em suma, todos gostaram e as crianças querem voltar. Pena que moramos longe, no Rio.”